Avaliação de Programas Sociais

No que diz respeito aos programas sociais, no mundo em geral e nos países em desenvolvimento em particular, houve um aumento das ações e políticas sociais, bem como uma crescente preocupação com sua avaliação. A criação desta cultura faz parte do quadro de desenvolvimento e fortalecimento das ações públicas, com dois objetivos principais: oferecer subsídios para melhorar a eficiência e eficácia da administração desses programas; e fornecendo respostas à sociedade sobre a efetividade social das políticas implementadas, em um processo de responsabilização.

O Programa Bolsa Família – BFP foi escolhido como sujeito de pesquisa por dois motivos principais: (a) é o maior programa de transferência de renda direta no Brasil, envolvendo mais de 12 milhões de famílias; (b) está diretamente ligado à educação e à saúde (um fator que condiciona a participação das famílias é que garante que seus filhos e adolescentes frequentam a escola e mantenham consultas médicas e de vacinação).

O objetivo deste artigo é apresentar uma visão geral das avaliações do Programa Bolsa Família 2018, levando em consideração uma revisão dos resultados dos estudos publicados durante os sete anos de existência do programa. Os seguintes quatro aspectos centrais do programa foram considerados para esta visão geral descritiva: seus resultados, especialmente aqueles relacionados à luta contra a fome; condicionantes, com foco em aspectos educacionais e de saúde; mobilidade social; e a gestão descentralizada do programa e sua relação com a reeleição do presidente Lula.

Deve-se ressaltar que as políticas sociais voltadas para a luta contra a pobreza não são apenas implementadas no Brasil, mas também em vários países latino-americanos, com ênfase nos programas existentes no México (Oportunidades) e no Chile (Chile Solidario), que também possuem uma ampla escopo e relevância.

 

O Programa Bolsa Família

Programa Bolsa Família – A BFP foi criada pelo governo federal brasileiro em 2004 e inclui Fome Zero (Fome Zero), que é uma política pública destinada a garantir o direito humano a uma nutrição adequada. Este programa promove a segurança alimentar e nutricional e contribui para alcançar a cidadania para setores da população mais vulneráveis ​​à fome. O Family Grant, dependendo da renda familiar por pessoa (limitado a R $ 60 Euros), e sobre o número e idade das crianças, oferece benefícios para famílias que podem variar de 14 a 105 Euros.

bolsa família

O programa tem três áreas principais: transferência de renda, condicionantes e programas complementares. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS, 2011), a transferência de renda procura promover alívio imediato da pobreza; os condicionantes reforçam o acesso aos direitos sociais básicos nas áreas de educação, saúde e assistência social; e os programas suplementares visam o desenvolvimento familiar, para que os beneficiários possam sair da situação de vulnerabilidade. https://twitter.com/SouzaTcflag6/status/894615173801152512

O gerenciamento do Bolsa Família é descentralizado e compartilhado entre a União, os estados e os municípios. Essas três entidades federais trabalham juntas para aperfeiçoar, ampliar e monitorar a execução do programa.

Em outras palavras, uma avaliação em si implica um processo de transformação, pois permite a validação de programas em andamento, determina a necessidade de fazer ajustes e correções e identifica requisitos para novos programas. Além disso, as avaliações são indispensáveis ​​para melhorar a transparência das ações públicas. Uma definição bastante completa de avaliação é dada por Aguillar e Ander-Egg.

Comments are closed.

Post Navigation